Afonso Dhlakama em entrevista

Destaques da entrevista do jornal Savana ao líder da Renamo, Afonso Dhlakama

Quanto à possibilidade de Dhlakama decretar um cessar-fogo, juntamente com o Presidente FilipeNyusi, para que as negociações decorram da melhor maneira:

“É bom cessar fogo depois de resolvermos os problemas que estão a provocar o conflito. Se nós cessarmos fogo, significa que a guerra já terminou. Mas como ainda não chegamos a um acordo, não nos reconciliámos, não nos entendemos, significa que meses depois voltaríamos ao conflito e estaríamos a decepcionar o povo de Moçambique.”

Questionado sobre o abrandamento dos ataques das forças governamentais na Gorongosa, Dhlakama respondeu:

“Se estivessem [Governo/Frelimo) a ganhar terreno estariam a chamar jornalistas para filmarem tudo. A aceitação da mediação internacional foi por pressão no terreno. Garanto que se a Renamo estivesse a perder no terreno, eles não haviam de aceitar nada.”

“Quando começa a aceitar as exigências de quem está no terreno é que já viram que não há outra saída. O abrandar não tem nada a ver com as negociações. É que as coisas não estão bem no seio das forças armadas governamentais.”

Sobre a governação nas províncias em que a Renamo afirma ter vencido as eleições:

Não podemos esperar [até] 2019, que é o ano das outras eleições. Seria perigoso, depois do povo ter votado na Renamo, esperar cinco anos a suportar a governação dos governadores da Frelimo com outra ideologia, quando eles votaram na Renamo. Não é exigir por exigir. É dar a um povo aquilo que eles decidiram nas urnas. Um dos pontos mais importantes nas negociações é a governação das seis províncias.”

E como se materializará essa reivindicação?

É fazer um anteprojeto e fazer uma revisão pontual na Constituição para que haja transferência dos poderes dos governadores da Frelimo para os governadores indicados pela Renamo. O poder administrativo e político.”

Mas porque não esperar por 2019?

Estaríamos a dar mais uma chance a Frelimo para preparar mais um golpe para nos deixar com cinco deputados na Assembleia da República e mostrar que a Renamo já acabou, (…) através das fademos (FADM) [Forças Armadas de Moçambique], a polícia e o Conselho Constitucional.

Por bem ou por mal, a Renamo vai governar as seis províncias. É melhor que governe por bem, do que governar por mal, porque a Frelimo pode perder tudo“.

Sobre quem é responsável pelas tentativas de prender e assassinar Dhlakama:

“Eu penso que é ele mesmo (Presidente Nyusi). Porque se não fosse ele, iria mandar prender todos os comandantes que dirigiram a operação. Aquele grupo saiu de Maputo com a missão de ir matar Dhlakama. Ele é que é o comandante em chefe. Nem tentou, pelo menos, lamentar a situação em público.”

Eles querem me assassinar“.

Sobre o eventual sucesso (ou não) das negociações:

“Olha, quero chamar a atenção aos intelectuais, académicos, jornalistas e analistas, que acreditam que o encontro Nyusi vs Dhlakama pode resolver tudo. Não resolve.”

“Como é que as pessoas podem acreditar que um Nyusi, ainda jovem, encontrando-se com Dhlakama está tudo resolvido. Essas pessoas estão erradas.É preciso negociações sérias, com instrumentos próprios para supervisionar os entendimentos. Temos de criar uma Comissão Nacional, não só entre a Frelimo e a Renamo, mas também jornalistas, advogados e outros sectores importantes da sociedade.”

“Teremos de criar um instrumento, que envolveria a sociedade civil, para supervisionar o acordo, o que faltou em Roma. Isto é importante para a manutenção da paz e democracia em Moçambique”.

Sobre Gustavo Plácido

An independent political and security risk analyst focused on Lusophone Sub-Saharan Africa. He covers Angola and Mozambique for Horizon Client Access.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s